Containers Linux (Docker)

Docker é uma tecnologia de software que fornece contêineres, promovido pela empresa Docker, Inc. O Docker fornece uma camada adicional de abstração e automação de virtualização de nível de sistema operacional no Windows e no Linux. O Docker usa as características de isolação de recurso do núcleo do Linux como cgroups e espaços de nomes do núcleo, e um sistema de arquivos com recursos de união, como OverlayFS e outros para permitir “contêineres” independentes para executar dentro de uma única instância Linux, evitando a sobrecarga de iniciar e manter máquinas virtuais (VMs).

O suporte para espaços de nomes do núcleo do Linux na maioria das vezes[5] isola uma visão da aplicação do ambiente operacional, incluindo árvores de processo, rede, IDs de usuário e sistemas de arquivos montados, uma vez que os cgroups do núcleo fornecem limitação de recursos, incluindo a UCP, memória, bloco de E/S e rede.

A palavra “DOCKER” abrange muitas definições. Isso inclui um projeto da comunidade open source, as ferramentas resultantes desse projeto, a empresa Docker Inc., principal apoiadora do projeto, e as ferramentas para quais a empresa formalmente oferece suporte. As tecnologias e a empresa compartilham o mesmo nome, e isso pode causar uma certa confusão.


Veja uma simples explicação:

O software de TI “Docker” é uma tecnologia de containerização que permite a criação e o uso de containers® Linux. A comunidade open source do Docker trabalha gratuitamente para melhorar essas tecnologias em benefício de todos os usuários.

A empresa, Docker Inc., desenvolve a tecnologia com base no trabalho realizado pela comunidade do Docker, tornando-o mais seguro, e compartilha os avanços com a comunidade em geral. Então, ela oferece aos clientes corporativos o suporte necessário para as tecnologias que foram aprimoradas e fortalecidas.

Com o DOCKER, é possível lidar com os containers como se fossem máquinas virtuais modulares e extremamente leves. Além disso, os containers oferecem maior flexibilidade. Com eles, é possível criar, implantar, copiar e migrá-los de um ambiente para outro.

Como o Docker funciona?

A tecnologia Docker usa o kernel do Linux e recursos do kernel, como Cgroups e namespaces, para segregar processos de modo que eles possam ser executados de maneira independente. O objetivo dos containers é criar essa independência: a habilidade de executar diversos processos e aplicativos separadamente para utilizar melhor a infraestrutura e, ao mesmo tempo, manter a segurança que você teria em sistemas separados.


Ilustrações do Docker:


As ferramentas de container, incluindo o Docker, fornecem um modelo de implantação com base em imagem. Isso facilita o compartilhamento de um aplicativo ou conjunto de serviços, incluindo todas as suas dependências, em vários ambientes. O Docker também automatiza a implantação do aplicativo (ou de conjuntos de processos que constituem um aplicativo) dentro desse ambiente de container.

Essas ferramentas desenvolvidas baseadas nos containers Linux (o que faz com que o Docker seja exclusivo e fácil de usar) oferecem aos usuários acesso sem precedentes a aplicativos, além da habilidade de implantar com rapidez e de ter total controle sobre as versões e distribuição.

Sua empresa esta passando por momentos difíceis com a virtualização tradicional de seus servidores? Clique aqui e solicite um orçamento / visita técnica para analisarmos seu ambiente e conseguir lhe ajudar com o Docker, ganhe produtividade e segurança com este excelente software que veio para mudar o conceito de virtualização mundial.